A jarra e as moedas

...




  Uma senhora tinha uma bela jarra de cristal. Guardou algumas moedas dentro dela e colocou-a na cristaleira.
   Um menino viu as moedas e enfiou a mão que ficou presa. Fechada a mão o menino não conseguia tirá-la. Aberta perderia as moedas. Então o menino começou a gritar desesperadamente. Foi uma grande correria. Juntou muita gente e, cada um deu o seu palpite. Uns queriam chamar o médico, outros queriam colocar água com sabão e ainda outros queriam quebrar a jarra. Então chegou o pai do menino e falou:
   - Meu filho, tenho aqui um punhado de moedas, se você abrir a mão e largar as moedas da jarra, eu te darei as que tenho aqui.
   Em confiança no pai, o menino abriu a mão, largou as moedas da jarra e tirou a m~~ao tranquilamente da jarra.

...

Nós todos somos como aquele menino, seguramos as nossas moedas. E elas, às vezes, nos colocam em grandes apuros. Como pode... Gostamos de segurá-las com tanta força, ainda que compliquem nossa vida e tirem nossa liberdade.

Mas, quando largamos as moedas e abrimos a mão descobrimos que elas nem são tão importantes assim quanto pensávamos que fossem. E encontramos nosso Pai com moedas bem mais preciosas prontinhas para nos entregar.

Escolha quais moedas você quer.

Beijos!
Assuntos da Viagem: , ,
4 Responses
  1. Oi amiga, achei seu blog lindo, já estou seguindo e sempre que puder passarei por aqui, trabalho com artesanato em eva, venha conhecer meu cantinho ficarei muito feliz.

    valartesdigitais.blogspot.com

    Bjs da Val


  2. Oi, Cassi, que bom ler de novo suas reflexoes. Amei a historinha. Vamos nos desapegar daquilo que nos aprisiona. Abraco da amiga
    Celina


  3. Como a algum tempo que não fazia uma visita, hoje resolvi ver o que está a escrever.É o anseio da minha alma que Jesus seja consigo, e encaminhe seus passos pela vereda da justiça. E que Ele cresça na sua vida de maneira que seja visto pelas pessoas que rodeiam sua vida, que o amor de Jesus fortaleça sua vida, e seja como um rio transbordante. Também resolvi dizer-lhe que embora não te conheça mas em Cristo te amo, e continue a ser luz. Um abraço.


  4. Oi, Cassi.
    E já é quase 2013.
    Tenha um Novo Ano abençoado.
    Celina


Postar um comentário

Que bom que você veio compartilhar seus pensamentos conosco! Fique a vontade!